O Bike Tour SP comemora cinco anos com cada vez mais atrações

O Bike Tour SP comemora cinco anos com cada vez mais atrações

No aniversário de cinco anos do projeto, motivos em dobro para conhecer a cidade pedalando
 
O Bike Tour SP surgiu da vontade dos irmãos e empreendedores André e Daniel Moral de incentivar a cultura da mobilidade, apresentando São Paulo a turistas e moradores em passeios de bicicleta guiados. Desde crianças, os dois são acostumados a rodar pela cidade sob duas rodas e queriam que a população também sentisse o gostinho de liberdade e pertencimento que uma boa pedalada proporciona.

O primeiro passeio foi realizado em maio de 2013, com apenas meia dúzia de pessoas. Em cinco anos, porém, o interesse pelas rotas cresceu e conquistou 50 mil participantes. “Acredito que esse número revela como é possível transformar sonhos em realidade, causando impacto positivo com uma proposta que faz parte do nosso DNA e mistura bike, cultura, solidariedade e acessibilidade, tudo ao mesmo tempo”, diz Daniel. A dupla está ansiosa para assoprar as velinhas e celebrar mais um ano de atividades e lista dez motivos para quem ainda não fez o passeio conhecer ou redescobrir a capital com o projeto:

  1. Para toda família

O passeio é destinado a grupos diversos e atende desde ciclistas urbanos a crianças e idosos. “Já recebemos gente que fez o passeio de bicicleta pela primeira vez até senhoras com mais de 90 anos, que há muito tempo não faziam uma atividade ao ar livre”, conta Daniel. Ao todo, são 90 bicicletas regulares e outras 12 adaptadas para o público infantil.

  1. O gringos entendem e amam

Os audioguias acoplados aos capacetes trazem informações e curiosidades sobre cada ponto visitado em português e em inglês. Assim, os estrangeiros também conhecem a cidade de uma forma mais sustentável. Daniel conta que o projeto já recebeu gente de todos os continentes.

  1. Está em 1º lugar no Trip Advisor

Desde dezembro de 2017, é uma das atividades listadas como imperdíveis para se fazer ao ar livre em São Paulo pelo site internacional de dicas turísticas. “Temos muito orgulho desta menção, resultado do trabalho de um time dedicado, com mais de 50 pessoas cheias de energia e disposição para colocar a mão na massa.”

  1. É grátis e alimenta boas causas

O ciclista não precisa pagar nada para ter acesso aos equipamentos, como a própria bike, capacetes e audioguias. No entanto, a iniciativa pede a doação de dois quilos de alimentos para duas entidades assistenciais: o Núcleo Assistencial Bezerra de Menezes e a Missão Cena. Desde o primeiro ano, foram arrecadadas 70 toneladas de doações.

  1. Ajuda a manter a forma e é sustentável

O tour costuma durar cerca de uma hora, o que rende um bom exercício para os participantes. Durante cada trajeto são percorridos, em média, cinco quilômetros. É uma atividade “suada”, mas muito prazerosa e relaxante para um fim de semana. E o melhor: sem poluir o ar com gás carbônico e mostrando que há como passar um dia sem carro.

  1. Tem trajetos diversos para não enjoar

São seis opções de roteiros espalhadas pela cidade: Centro Novo, Centro Velho, Av. Paulista, Faria Lima, Parque Ibirapuera, e Vila Madalena. Cada passeio leva grupos de até dez participantes, acompanhados por dois monitores, e utiliza, na maior parte do tempo, a estrutura de ciclovias e ciclofaixas da cidade.

  1. É acessível:

Quem tem mobilidade reduzida pode usar um trenzinho de até três lugares puxado pela bicicleta de um dos monitores e hand bikes (feitas para se mover com as mãos). Para atender o público com deficiência auditiva, o Bike Tour também oferece um passeio em Libras. “Para nós é uma grande conquista trazer lazer e cultura para pessoas que, muitas vezes, ficam à margem das atividades da cidade”, explica Daniel.

  1. Um passeio cultural e pedagógico

A iniciativa já apresentou cerca de 100 atrativos culturais e históricos de São Paulo, como o Pateo do Colégio, o Marco Zero, o Largo Paiçandu, a Pinacoteca, o Beco do Batman, a Avenida Paulista e o Parque Ibirapuera. “Muita gente não conhece a história desses lugares, mas cada um tem algo a contar sobre a cidade”, afirmam os fundadores.

  1. Incentiva a mobilidade urbana

O projeto mostra que é possível pedalar na cidade e que a população tem o direito de ocupar as ruas sem medo. “Era o que a gente fazia na infância e depois, com a loucura do dia a dia, fomos deixando de lado. A intenção é resgatar esta atividade tão importante e que mostra que os bikers devem ser respeitados e têm o direito de estar lado a lado e em harmonia com os automóveis.”

  1. Valoriza São Paulo

Em meio a tantas dificuldades enfrentadas pelos paulistanos, como trânsito e transporte público deficitário, a iniciativa busca dar outra “cara” para a cidade, valorizar cada cantinho, revelar lugares especiais apagados pela rotina e despertar o orgulho de conhecer ou viver neste centro urbano. “Vivenciar São Paulo pedalando, sentindo o vento no rosto, traz uma sensação muito maior de pertencimento”.
O convite está feito e não faltam motivos para dar uma chance às bikes. Quer saber mais? Acesse o site: www.biketoursp.com.br

No Comments

Post A Comment