A cores da Arte Invadindo o Eureka!

A cores da Arte Invadindo o Eureka!

O grafiteiro Tinho deixou suas cores expostas em nossa área externa

Walter Nomura participou do movimento da pichação na Zona Norte de São Paulo nos anos 80, e hoje, mais conhecido como Tinho, é um dos mais renomados grafiteiros da atualidade, expõe suas obras em galerias do mundo inteiro e sua arte está espalhada por muitas cidades.

O graffiti teve início nos Estados Unidos de 1970, quando os jovens de Nova Iorque decidiram deixar suas marcas nos muros da cidade. Mais tarde, se tornou uma manifestação artística que cresceu e evoluiu no uso de técnicas e desenhos. Hoje, podemos ver este tipo de manifestação artística no mundo inteiro, em diferentes formas e de acordo com a cultura de cada região. O Brasil não poderia ficar de fora. Tinho conta que o reconhecimento internacional veio devido a atitude dos brasileiros de realizar estas pinturas. “Não só eu, mas também Os Gêmeos, o Speto, o Binho e toda a galera que pintava aqui, acompanhava o que eles faziam lá fora e a gente pensava: Nossa, um dia eu quero pintar com esse cara, aí de repente, o cara estava aqui para aprender com a gente”, lembra.

Tinho aprendeu que nem todos entenderiam o seu trabalho, mas acredita que muita gente começou a pensar a respeito, e afirma que existia a vontade de que suas obras melhorassem o que ele enxergava de São Paulo, mas ainda não sabe se isso funcionou. O artista acredita que o que se vê é tão forte e violento, que as pessoas passam a criar uma barreira. “Quando não gostamos de algo, aprendemos a criar uma barreira e aquilo fica como se não existisse. Mas quando está em uma pintura, cinema, peça de teatro ou música, as pessoas recebem essa mensagem de uma outra forma. Entende que aquilo existe, pelo menos por um instante”, afirma.

Pensando nisso, o Eureka Coworking convidou Tinho a deixar sua marca e mensagem, a todos que trabalham e visitam o espaço de convivência, trabalho e networking. O graffiti “Criando Gigantes”, está na parede do espaço de convivência em frente à sala 12 do coworking, tornando-se a grande vista dos residentes que ocuparão este espaço.

No Comments

Post A Comment